Para Barbosa, juízes agiram de forma ‘sorrateira’ em apoio a novos tribunais

Padrão

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, afirmou nesta segunda-feira (8) a representantes de entidades de magistrados que eles agiram de forma “sorrateira” ao apoiar a aprovação, pelo Congresso Nacional, da criação de quatro novos tribunais regionais federais. As associações negaram e disseram que os tribunais são necessários para o país.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, durante reunião com associações de juízes, nesta segunda (8) (Foto: Carlos Humberto/SCO/STF)
Barbosa se reuniu com os presidentes da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Jornalistas puderam acompanhar parte da audiência. O presidente do STF é contra a criação dos TRFs sob o argumento de que o custo é elevado e que caberia ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidir sobre novos tribunais.
“Continuo a dizer que foi aprovado de uma maneira açodada. Havia outras soluções e há outras soluções. Mas foi tudo feito à base de conversas de pé de ouvido, sem manifestação oficial de órgãos importantes do Poder Judiciário, do CNJ”, disse Barbosa às associações.
Nesse instante, o vice-presidente da Ajufe, Ivanir César Ireno Junior, que participava da audiência, interveio: “Me perdoe, Vossa Excelência, mas o Conselho Nacional de Justiça, em 2010, eu até tenho o número do processo, se manifestou sobre a PEC.”
Barbosa negou: “Não, não se manifestou. O CNJ ficou de criar uma comissão e essa comissão nunca foi criada. Essa é que é a verdade. Nunca foi criada.”
Foi tudo feito à base de conversas de pé de ouvido, sem manifestação oficial de órgãos importantes do Poder Judiciário, do CNJ”
Joaquim Barbosa,
sobre a criação de mais 4 tribunais federais
O presidente do STF, então, disse que a atuação das entidades foi “à base de cochichos”.
“A nota técnica teria que se basear no trabalho de uma comissão, de um grupo de experts, que nunca houve, que nunca foi criado. Ou seja, mais uma vez se toma uma decisão de peso no país sem ouvir o CNJ. Ou seja, à base de cochichos. Os senadores e deputados foram induzidos a erro. Porque ninguém colocou nada no papel”, afirmou em tom duro.
O vice-presidente da Ajufe destacou que a entidade acompanhou por 13 anos o processo. Barbosa rebateu dizendo que a entidade não tem poder constitucional sobre criação de tribunais, apenas atua como órgão de representação.
“Não confunda a legitimidade que o senhor tem enquanto representante sindical com a legitimidade dos órgãos do Estado. Eu estou dizendo é que órgãos importantes do Estado não se pronunciaram sobre o projeto que vai custar à nação, por baixo, R$ 8 bilhões”, disse Barbosa a Ireno Junior, da Ajufe.
O presidente da Ajufe, Nino Toldo, acrescentou que cada tribunal custaria no máximo R$ 100 milhões ao ano. E, Barbosa, disparou: “Pelo que eu vejo, vocês participaram de forma sorrateira na aprovação. […] São responsáveis, na surdina, pela aprovação.”
Sorrateira, não, ministro. Sorrateira, não. [De forma] Democrática e transparente”
Ivanir César Ireno Junior (Ajufe),
ao rebater Barbosa sobre criação de tribunais
E Ivanir César Ireno Junior, da Ajufe, rebateu de forma dura: “Sorrateira, não, ministro. Sorrateira, não. [De forma] Democrática e transparente.”
Joaquim Barbosa travou uma tensa discussão, então, com o vice-presidente da associação. “O senhor abaixe a voz que o senhor está na presidência do Supremo Tribunal Federal.” O vice reagiu afirmando que estava só argumentando.
E Barbosa completou: “Então só me dirija a palavra quando eu lhe pedir. Concluo: a minha posição, tomada assim de última hora, porque estava perplexo. Como é que quase duplica o número de tribunais federais no Brasil dessa maneira. Os senhores não representam o Conselho Nacional de Justiça. Os senhores não representam o STJ, representam seus interesses corporativos legítimos. Mais isso não supre a vontade dos órgãos estatais. Compreendam isso. Os senhores não representam a nação. Não representam os órgãos estatais. Os senhores são representantes de classe. Só isso.”
saiba mais
AGU vai avaliar se criação de tribunais fere Constituição, diz ministro
Câmara aprova criação de quatro tribunais regionais federais
Empregos
Em outro momento do debate, Joaquim Barbosa disse que as entidades defendiam os novos tribunais porque criariam empregos. “É muito bom para a advocacia a criação de quatro novos tribunais com mais milhares de empregos de juízes. […] Mas isso não é o interesse da nação”, disse.
Quando Nino Toldo afirmou que queriam apresentar um estudo sobre o tema, Barbosa ironizou: “Esses tribunais vão ser criados em resorts, em alguma grande praia.”
Eu não tenho obrigação de saber o seu nome”
Joaquim Barbosa ao presidente da Ajufe
Audiência com as entidades
O encontro começou tenso porque o presidente do STF não queria que todos os presentes participassem, como diretores e vice-presidentes das entidades. No entanto, acabou liberando a entrada. Ao término do encontro, acabou pediu que, “da próxima vez”, compareçam apenas aqueles que pediram a audiência.
Às entidades, Barbosa solicitou que, quando tivessem alguma crítica, que fossem diretamente a ele. “Quando os senhores tiverem algo a acrescentar, colaborar, aprimorar, antes de ir à imprensa, dirijam documentação à minha assessoria.”
Há pouco tempo, Joaquim Barbosa, que veio do Ministério Público, se envolveu em disputa com entidades de classe porque disse que juízes faziam “conluios” com advogados por interesses próprios. Além disso, também foi criticado pelos juízes por dizer que tinham mentalidade “pró-impunidade”. Em razão desses atos, as entidades divulgaram notas oficiais para rebater Joaquim Barbosa.
O clima tenso da reunião mostra que esse diálogo não será fácil.”
Nino Toldo, presidente da Ajufe, após reunião com Barbosa
Nino Toldo lembrou que a audiência foi pedida em dezembro do ano passado. Nesta segunda, Barbosa recebeu as associações de magistrados pela primeira vez.
Ao argumentar que tinha agenda muito cheia, dirigiu-se à Nino Toldo dizendo que recebeu “esse senhor” havia quatro meses. O presidente da Ajufe respondeu: “Meu nome é Nino Toldo”. Barbosa respondeu em tom ríspido: “Eu não tenho obrigação de saber o seu nome”.
No fim do encontro, Nino Toldo disse que a audiência mostrou que o diálogo com o STF “não será fácil”. “A Ajufe, junto com as demais associações de classe da magistratura, procurou, nessa reunião, estabelecer diálogo com o presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça. Contudo, o clima tenso da reunião mostra que esse diálogo não será fácil.”

Margaret Thatcher morre na Inglaterra

Padrão

Morreu nesta segunda-feira (8) aos 87 anos Margaret Thatcher, primeira mulher a se tornar primeira-ministra britânica, cargo no qual ficou por três mandatos consecutivos, entre 1979 e 1990.

Ela foi uma das figuras dominantes na política inglesa no século XX, ao dirigir um governo que reduziu o tamanho do Estado e transformou o Reino Unido.

Sua política neoliberal, que entrou para a história com o nome de “thatcherismo”, ainda influencia líderes mundialmente e é criticada e elogiada até hoje, inclusive no Brasil.

O porta-voz da família de Thatcher informou ela morreu em Londres, em consequência de um acidente vascular cerebral.

“É com grande tristeza que Mark e Carol Thatcher anunciam que sua mãe, a baronesa Thatcher, morreu em paz depois de um derrame, esta manhã,” disse o Lorde Tim Bell, o porta-voz.

Repercussão
Após sua morte, o atual premiê britânico, o conservador David Cameron, disse que o Reino Unido “perdeu uma grande líder, uma grande primeira-ministra e uma grande britânica”.

O premiê voltou ao Reino Unido, interrompendo uma visita a países europeus. Ele estava em Madri, capital da Espanha, para encontrar seu colega Mariano Rajoy, quando soube da morte. Ele iria depois a Paris, para conversar com o presidente Francois Hollande.

A Rainha Elizabeth II também lamentou a morte de Thatcher. “A rainha recebeu com grande tristeza a notícia da morte da baronesa Thatcher”, comunicou o palácio de Buckingham.

Leia mais repercussões sobre a morte da Dama de Ferro.

Código de Cores HTML

Padrão

Boa noite,para mim, que escrevo agora noite, mas pode ser bom dia, boa tarde ou mesmo boa noite, para você que me ler neste momento,estou voltando para o Blogger (também o Blogger), depois de passar um bom tempo usando somente Wordpress,encarei alguns outros projetos e deixei meus sites parado no tempo, e num servidor VPS, de uma empresa que não é ética e tão pouco Professional, por motivos de robots (tive o banco de dados de um dos meus sites deletado), aqueles que replicam postagens e criam contas múltiplas, uma praga, usados para espalhar links e propagandas de empresas,esses métodos são usados por meios legais,como Twitterfeed e outros espalhadores de feeds que existem por toda net (o Twitterfeed não cria contas) mas existem outros programas que criam contas múltiplas, o meu site era gratuito para criar blogs, foi assolado por esses robôs que criavam em média 50 blogs por dia,o provedor em questão se incomodava com o excesso. VPS é um servidor dedicado virtual,dedicado no sentido da palavra virtual, porque na verdade você compartilha uma mesma maquina física, com diversos, que usam diversas maquinas virtuais, nessa maquina física,podendo ser cinco, dez, trinta ou mais, dependendo do espaço em disco e memoria alocada da maquina física,conclusão, a frustração foi grande, até mesmo porque pagava 230,00 Reais  por mês por um projeto gratuito, eu pretendia que no futuro fosse obter lucros com o uso  possível do número de usuários (em dois anos seriam no mínimo 150.000 usuários) que dariam retorno indiretamente através de outros projetos, como é usado por outros pequenos,médios e grandes sites,mas esses serviços não são criados para outros ganharem dinheiro,são para aqueles que como eu usei como laboratório de aprendizagem, e sites para pequenos negócios,que na minha opinião sabendo usar as ferramentas blogger e ou hospedagem compartilhada já está de bom tamanho,tentei servidor dedicado,onde você aluga uma maquina só para seu uso, num data-center, ou servidor de hospedagem, já tive um dedicado na hostgator, mas os preços estão nas alturas e meus projetos não podem ir para o ringue agora,pagar caro é suicídio,vou manter um projeto pequeno em um servidor compartilhado, mais esse blog aqui no blogger,quero usar este espaço para falar de TI e Desenvolvimento web, e tudo o mais que for aprendendo, até que eu termine a Faculdade de Analise e Desenvolvimento de  Sistemas, para que possa por adiante projetos que parei, com mais experiência,vps não passa de hospedagem compartilhada,a diferença é muito pouca,você tem acesso root, pode instalar programas via SSH usando linhas de comandos,aí tens a impressão que é dono de seu próprio nariz, só que você está compartilhando hospedagem com muitos outros,quando você, e só você começa a crescer, seja em acesso ou crescimento excessivo de base de dados,começa seus problemas, porque eles vendem espaço mais do que realmente vai poder te oferecer, o servidor começa a ficar lento, os outros usuários começam a reclamar, aí eles sacrificam quem de melhor interessar,servidor dedicado te dá uma melhor performance Profissional,mas ainda não é o ideal, se seu site crescer para acessos astronômicos ( há! Isso é difícil acontecer, só para estrelas? Não, se seu projeto for sério,você dedicado, e com bom dinheiro para investir, essa realidade não é distante,não) você vai ter que montar seu próprio servidor se não quiser ver seu projeto que está te dando dinheiro alocado, num servidor que pode desaparecer a qualquer momento por qualquer motivo que seja,alheio a sua vontade.Bem, já falei de minha presença aqui no blogger (minha primeira postagem essa) novamente, depois de anos,foi aqui que dei meus primeiros passos na internet, fiquei menos de um ano e fui para WordPress vou continuar com WordPress também,mas meu blog pessoal vai está aqui de agora em diante.
Vou postar aqui uma ferramenta bastante usada por todo webmaster, simples, mas de uma utilidade grande, os códigos de cores, quem quiser baixar o arquivo zip é só descompactar, lá  vai está um arquivo em html baixe aqui.